Nove anos sem Layne Staley.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Nessa semana,acho que todo o Brasil se comoveu com aquela tragédia da escola de Realengo no Rio de Janeiro.A única coisa que consigo dizer é que espero que essas almas possam finalmente encontrar a paz eterna,e que sirva para as pessoas pensarem melhor antes de incentivar o bullying,que nada mais é do que uma brincadeirinha de mal gosto que deixa marcas profundas.
Na mesma semana,no dia 5 de abril,não só Kurt Cobain nos deixou há 17 anos,mas também Layne Staley,vocalista do Alice in Chains,só que há 9 anos.Como ontem 10 de abril completou 15 anos do acústico Mtv deles,nada melhor do que relembrar o legado desse ícone do mundo da música que já está no altar dos eternos do Rock.
Layne Thomas Staley nasceu em 22 de agosto de 1967 em Kirkland-Washington,nos Estados Unidos.Aos 8 anos de idade viu a separação de seu pais,tendo sido acolhido por sua mãe e irmãs,mas durante sua carreira,sempre deixou clara a falta que sentia de seu pai Phil Staley.
Seu vício em heroína também foi motivado por isso,e a maior parte de suas letras refletiam sua auto-imagem pós vicio,como Sickman.Há 9 anos,Layne nos deixou vítima de uma endicardite bacteriana,decorrente das drogas,tendo seu cadáver ficado trancado em seu apartamento por quase 15 dias(descoberto em 20/04/2002).
Aos 9 anos de idade,Layne começou a aprender bateria,mas seu desejo era cantar.A primeira encarnação do AIC foi como Alice n´Chains,que puxava para o metal/sleaze/glam,encontrando dessa maneira Jerry Cantrell na Diamond Lie.Mas o sucesso só veio mesmo como Alice in Chains,a banda grunge mais focada no metal de todas,e logo no primeiro disco Facelift de 1990,já emplacaram hits eternos como Man in the box,Sea of sorrow e Bleed the freak.
A explosão mundial veio no segundo disco,Dirt,de 1992,cuja faixa de maior sucesso da carreira,Would? entrou pra trilha sonora de Singles-Vida de solteiro,que conta com a participação da maioria das bandas grunge do momento.
Jerry Cantrell,o guitarrista estrela,não só chamava atenção por sua beleza e talento,mas também por encontrar uma sinergia vocal com Layne.O vocal dobrado,com Layne na voz principal e Jerry em terça é a marca registrada do AIC,não só pelo efeito,mas também pela dificuldade em completar um tenor/barítono de 4 oitavas como Layne,algo possivel apenas por um tenor fach como Jerry.Também vale dar os parabéns atrasados,já que seu aniversário de 45 anos foi em 18 de março e ele continua nos trinques,de deixar qualquer mulher doida.Se todos os Jerrys que a gente conhece na vida fossem assim,tenho certeza que acompanharia em qualquer situação,assim como o original fez com Layne,afinal ele não suporta fraqueza e gente traiçoeira,veja a letra de Brother(Don´t you runnaway,like you used to do).Ele foi o irmão que Layne não teve.
No quesito fashion,essa é uma pequena amostra dos diversos visuais de Layne.Seu cabelo natural era cacheado,mas ele não gostava,entaõ ousava nos cortes,chegando até a usar dreads ou o típico visual glam dos anos 80 para escondê-los.Mas inegavelmente,sempre foi um cara muito bonito,de olhos turqueza e melancólicos.Mesmo bem magro quando morreu(pesava apenas 42 kg),com o visual enfraquecido,ainda era belo.
No ano em que faleceu,2002,o AIC estava planejando voltar,e com Layne nos vocais.Ele já imaginava que sua morte pudesse estar próxima,mas ainda assim acreditava que a volta pudesse lhe dar um tempo a mais de vida.A banda só realmente voltou em 2009,com William DuVall nos vocais,que tem um timbre até bem parecido com o dele.A imprensa amou,os singles até tocam nas rádios,mas os fãs que tiveram a oportunidade de conhecer o trabalho de Layne ainda estão bem reticentes.Ele compunha quase todas as letras,dava um toque especial às canções já prontas,ele era o Alice in Chains.Jerry têm assumido a primeira voz e as letras,mas fica muito parecido com a carreira solo dele.
Duvida que Layne era tão bom assim?Assista "Sea of sorrow",a profétiva faixa do disco de estréia,e tire suas próprias conclusões,e me conte!Até mais!

12 comentários:

Vicky Doretto disse...

Desse eu não lembrava >.<
mas eu gostei do post (:

- e meus comentários hoje estão uma droga, eu sei ¬¬¨

Bjão =^.^=

★★ GIZA ★★ disse...

Um dos maiores privilégios que tenho na vida,
é ser uma grande amiga dessa pessoa iluminada.

Ela é uma das melhores pessoas que cruzaram minha história.
Para os que não a conhecem,
vou dizer que ela é amiga,
generosa,
meiga,
alegre,
caridosa,
encantadora,
admirável,
enfim poderia ficar dias e dias tecendo elogios a ela,

mas resumindo vou dizer que a ADORO,
e que ela é um desses anjos
colocados na terra para alegrar os caminhos
dos que têm o privilégio do seu convívio,

Assim como eu...

MORDIDINHAS DA GIZA

Jes disse...

Não conhecia esse cantor mas tbm não sou da época dele rsrs, vc disse que desenha anime a muitos anos eu gosto tbm de anime mas agora q eu estou começando a aprender a desenhar, legal seu blog se gostar do meu me siga
http://blogbeyondbelief.blogspot.com/

Bjss

Pah disse...

Oi
Vim retribuir a visita!
O que aconteceu no Rio de Janeiro realmente foi uma tragédia, rezo pelas almas daquelas crianças.

Kurt Cobain - ADORO!
Agora esse cantor que você postou eu não conhecia, acho que por não ser da minha época, mas gostei do vídeo! ;D

Beijokas

Pah

Livros & Fuxicos

Deze disse...

Também não lembrava dele,na verdade nunca gostei muito de Alice in Chains hehe.
Sobre bullying, eu tenho algumas opinões meio controversas então eu tento não discutir muito sobre o assunto. Não acredito que o bully sofrido pelo rapaz que matou as crianças seja a única causa dele ter feito aquilo, muita gente sofre bullying e nem por isso sai matando :/
Beijos

Sana S. disse...

Nove anos já!! =O
Eu me lembro.
Alice in Chains era uma grande banda. Saudade dessa época de reais roqueiros.

Sobre bulling eu sou uma vítma posso dizer que esse tipo de agressão deixa marcas profundas sim, para a vida toda.

Mas no caso do rapaz, acho que ele tinha um distúrbio que foi agravado pelo bullyng.
É uma pena no Brasil não ser falado sobre os diversos disturbios que uma pessoa pode ter, muitos de nós somos leigos sobre isso, e a maioria absoluta dos distúrbios pode ser identificada na infância. Como aquela criança que ri horrores quando o amiguinho cai, isso é sinal de psicopatia leve, sabia?
10% da população tem algum tipo de psicopatia.
Se nosso povo não tem informação ou simplesmente trata os outros com descaso com frases como "deixa, ele é doidinho mesmo", isso só tem a se agravar.
O Brasil ainda está loooonge de ter um povo informado sobre aspectos psicológicos e psiquiátricos.

Fique bem, Bjs!!

★★ GIZA ★★ disse...

ADORO A BANDA ALICE IN CHAINS E LAYNE DEIXOU SAUDADES MESMO.
COM CERTEZA UMA GRANDE PERDA PARA A MÚSICA..
BEIJOS

Anônimo disse...

O eterno e insubstituivel LAYNE STALEY. O AIC sem o Layne , não é a mesma coisa. Vou lembrar e guardar comigo a melhor epoca da minha vida.

Angellore disse...

Layne era a alma do AIC,Jerry tem tentado segurar a onda com os vocais dobrados,mas a força e a alma de Layne são insubstituíveis,como você disse.
Obrigada pelo comentário.

IgOr RamOs disse...

tive no show do AIC no SWU. Fiquei com a impressão que tava faltando alguém no palco. :(

Anônimo disse...

Manoo Muito foda Alice, muitas saudades

Angellore disse...

Alice in Chains é aquele tipo de banda que vc tem a discografia inteira em cd,e os títulos que estão fora de catálogo vc baixa o mp3,sem contar a coleção de videos,dvds e bootlegs.
Sem dúvida,Layne faz muita falta pra música e pro mundo...