O furacão Winehouse

segunda-feira, 5 de julho de 2010


Olá leitores,tudo bem?
Bom,julho acabou de começar mas já aconteceu tanta coisa,o Brasil fora da Copa,início das férias,meu aniversário nessa semana,um feriado meio fora de planos,uma entrevista de emprego pouco antes,ainda bem que o tempo está razoável,sempre que chega meu aniversário o tempo fica congelante e/ou com uma tempestade,Lol.Que sorte a minha,não?
Bom,nessa semana,vou falar de um ícone de estilo que creio que (quase)todo mundo goste,a Amy Winehouse.Era para já ter falado dela antes,até porque o pai dela,o Sr.Mitchie Winehouse lançou um disco de jazz recentemente e não fez feio,apesar de estar mais preocupado com a divulgação do álbum do que com a saúde da filha,mas esquece.
Há uns meses atrás li uma biografia sobre ela e se engana quem acha que seu sucesso foi repentino e gratuito,foi bombástico,mas ela teve uma boa bagagem músical(regada aos meus queridos clássicos da Motown),só não era lá muito disciplinada no liceu em que estudou,mas principalmente na Arte,o talento é fundamental,e isso ela tem de sobra.
Sua identidade fashion vem muito do que escuta,predominantemente clássicos dos 60´s,por isso,adora vestidos de brexós(até por ser britânica e lá os brexós são muito mais interessantes),bastante delineador preto nos olhos e o aplique de "ninho",como as antigas chamavam aquele amontoado de cabelo,mais as extensões(até porque o cabelo dela não é tão comprido).Até nossa querida Lady Gaga,que aparentemente não tem muito a ver com ela,primeiramente teve que ficar loira para não se parecer com ela,segundo que,quando está ao piano e usa de certa empostação de voz,canta até parecido com ela,terceiro que ambas curtem os clássicos e quarto,que ambas são polêmicas.
Infelizmente,Amy tem frequentemente sido lembrada por escândalos,seja com o marido(ou ex)Blake Fielder-civil,seja por drogas,por sair em condições duvidosas nas ruas,agressões a fotógrafos,mais do que pela sua Arte.Tanto "Frankie"quanto "Back to black"são de extrema qualidade(apesar de abordar temas um tanto pessoais e pesados),com composições autorais,bem coesas e com referências marcantes,trazendo de novo os anos 60 às paradas de sucesso e tendo projeção e respeito tanto no cenário pop quanto rock mundiais.
Finalizando,mais um video meu,uma adaptação de "Tears dry on their own"com uma boneca bem parecida,tentando seguir o estilo do original,espero que gostem!
Até mais!
video

5 comentários:

belw disse...

No meu aniversário nunca choveu (que eu lembre) *-* owirpow
Acho a voz da Amy ma-ra-vi-lho-sa, mas não consigo gostar das músicas dela, o estilo musical dela não é algo que agrade meus ouvidos, se é que me entende
Gostei do blog, parabéns pelo trabalho :*

Pirulito que Bate-Bate disse...

Amy é uma cantora perfeita, e suas músicas resgatam muito do clássico dos anos 60, da época dos cabelos de topetes grandes e delineador. Ela traz esse estilo, que vem muito forte nas suas músicas também. Acho sua voz maravilhosa! Pena que ela se envolveu tanto com drogas, e com esse ex dela que não é nada boa influência...

Deze disse...

Aew Parabéns Vivi! Muitas felicidades e tudo de bom! =D
Eu não sou muito fã da Amy Winehouse, gosto de algumas músicas dela e tal, mas acho que não gosto mais é por causa da atitude dela hehe.
Mas acho o visual dela lindo, todo retrô e tal, meio pin-up até.
E não tem como negar que ela tem uma ótima influência musical e tem um vozerão hehe.
Obrigada pelo comentário sobre meu cabelo =D Fazia muito tempo que eu queria ficar ruiva, mas como meu cabelo é escuro, a tinta numpegava muito bem, tive que descolorir um pouquinho pra ficar vermelho hehe
Beijos
Deze

Daniela Filipini disse...

Não posso falar nada sobre a Amy porque conheço pouquíssimos dos seus trabalhos.

Vicky D. disse...

Antes eu gostava da Amy, depois foi perdendo a graça, sabe? Mas acho algumas músicas boas... ^-^

*Parabéns!!! Que todos os seus sonhos se realizem! No meu niver sempre chove... muito XD

Bjão =^.^=