Happy happy Helloween!

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Olá queridos leitores,como vão?
Bom,nessa semana haverão dois eventos importantes,a eleição para presidente,que vai definir os rumos do nosso país (então votem com bastante consciência,hein) e o halloween,evento super importante para quem se importa com as sub-culturas do rock.Só que todo mundo vai falar de vampiros,fantasias,lendas,folclore inglês,que tem tudo a ver,mas eu queria falar algo diferente,e nada menos óbvio e tudo a ver do que falar da banda Helloween e os álbums mais influentes do metal:os Keeper of the seven keys I e II!
A banda Helloween começou na Alemanha em 1984 com Kai Hansen nos vocais e guitarra(o cara à direita embaixo,com a abóbora) e apareceram numa coletânea chamada "Death metal",que não tinha muito de death,era mais para divulgar os novos talentos do metal.Tiveram êxito com ele nos vocais(veja Walls of Jericho),mas o estrelato só veio quando,apesar de bom vocalista,assumiu as guitarras com Michael Weikath(acima ao centro) e para os vocais,recrutaram um rapazinho menor de idade chamado Michael Kiske.
Esse rapaz,que aparentemente não tinha muita experiência,foi um dos responsáveis por colocar no Helloween no altar dos eternos do metal,seja melódico,speed,chame como quiser,pois vocalistas bons há inúmeros,ótimos há menos,mas nesse estilo de vocal pode-se destacar Bruce Dickinson do Iron Maiden,Eric Adams do Manowar,mas excelentes são pouquíssimos,como o ultraclassico e totalmente monocórdio Ozzy Osbourne,a soprano Tarja turunen do Nightwish e sim,o tenor Michael Kiske.Em 1987,quando o primeiro Keepers foi lançado,jamais tinha-se escutado um vocalista com tanta técnica,dominio vocal,afinação perfeita,alcance fenomenal de notas altas a altissimas e sustain tão longo.Foi um sucesso instantâneo!
As guitarras também eram um show à parte.Lideradas por Kai Hansen e Michael Weikath(acima),um dos compositores mais brilhantes do metal não apenas por seu refrões grudentos "sing along",mas também por suas partituras complexas,com andamentos rápidos,solos marcantes,escalas dificeis,domínio extremo de seu instrumento fizeram do primeiro Keeper uma febre mundial!
Com todo esse sucesso,a gravação do Keeper II foi feito por uma major,com mais infra-estrutura e melhores condições de gravação,e se o primeiro álbum já contava com eternos clássicos como "Future world","A little time" e "I´m alive",a segunda parte continha hinos como "Eagle fly free","Dr. Stein",e a suprema,magnânima,perfeita,desafio de qualquer vocalista que preste,"I want out".Desde que foram lançadas,entre 1987 e 1988,essas faixas jamais podem ser deixadas de lado nos shows,mesmo com o atual vocalista Andi Derris.
De 1993 pra cá,quando Michael Kiske e Kai Hansen deixaram a banda em Chamaleon,a banda sofreu várias mudanças no line-up,tendo agora Andi Derris nos vocais(ao centro)e Sascha Gerstner no lugar de Hansen(ao lado de Weikath).Outras formações nos trouxeram trabalhos memoráveis,como "The time of the oath","Master of the rings" e "The dark ride"(afinal,o terceiro Keeper,sem Kiske,é de gosto duvidoso,apesar de seus bons momentos).
Na tela de video,o mega clássico "I want out",assistam até o fim(quem por acaso não conhece)e diga se esse cara não é divino nos vocais.O clipe é tosco,com poucos recursos,era anos 80,os efeitos são questionáveis,mas vale muito a pena conferir e me dizer se gostaram.
Até mais!

PS:Antes que me esqueça,gostaria de agradecer a todos que conheci em um curso nessas últimas semanas,todos estão sendo especiais e está sendo um prazer conviver com todos vocês,principalmente a mentora,que com toda sua experiência,está lapidando diamantes brutos em tempo recorde e acrescentando muito em nossas vidas.Obrigada,espero não perder o contato com nenhum de vocês!

5 comentários:

Miss July disse...

Helloween é um clássico, olha q "I want out" eu conheci com uma versão do Sonata Arctica.
um clipe que gosto muito deles é o "I can"
Adoro Helloween eles são muito divertidos! Adoro qndo vc conta "história" aqui no blog!

Beeijos
uma ótima semana pra vc!

Ana Beatriz disse...

Adoro Halloween! Na minha antiga escola, que era religiosa, tivemos só um ano de festa, mas foi o máximo. Depois o evento não teve mais porque alguns pais reclamaram que era incentivo a bruxaria... ah, tá bom!

Deze disse...

Não sou muito chegada em Helloween e em metal melódico hehe, mas gosto de algumas músicas, como I Want Out.
Meu noivo gosta bastante, inclusive a gente vai ver Avantasia em dezembro que vai ter a participação do Kiske hehe.
Gostei do post, e por falar algo sobre o halloween diferente, falando da banda hehe

beijos

Vicky Doretto disse...

Adoro Halloween, é tão divertido! rs Nossa, não conhecia a banda, mas adorei!
O post foi ótimo, alias ^-^ e realmente, que vocais ele tem!
BJão e boa semana =^.^=

Deivid disse...

Conheço a banda desde 1990, época em que se quizesse algum material, tinha que encomendar na galeria e pedir para gravar uma fita cassete, montei minha primeira banda cover do Helloween em 1992. Estive presente na primeira passagem da banda pelo Brasil no "Monsters" de 1996 no Pacaembu onde também conheci o fan clube "Dr.Stein". Sempre fui muito fan da banda até o The Dark Ride, daí em diante me desagradou muito a sonoridade e formação da banda. É a primeira vez do Kiske no Brasil... jamais faltaria num evento desses... happy happy Michael Kiske ôô ôô!!!!!